Shoes lovers

Coloridos, de salto alto, baixo, abertos, fechados, de couro… O modelo pode variar, mas a paixão das mulheres por sapatos é inquestionável

Não há como negar, eles são os fascínios das mulheres. Os homens se esforçam para entender o motivo, já que o closet deles se resume na grande maioria a apenas um par de tênis, um sapato social e um chinelo. Já as esposas, por mais que tentem, não conseguem explicar a eles por que cinco scarpins, dez sandálias, seis sapatilhas, sete rasteirinhas, podem causar tanto espanto. A verdade é que isso sempre foi, e sempre será, algo enigmático. E o assunto, tem muitos fatos interessantes. Vamos ver?

1. O sapato mais caro do mundo

Chamado de “The Moon Star Shoes”, foi criado pelo designer italiano Antonio Vietri, conhecido como “sapateiro de ouro”, e apresentado oficialmente em 2019, em Dubai. Feito em ouro e diamantes de 30 quilates, um elemento precioso chama ainda mais atenção: trata-se do fragmento de um meteorito encontrado na Argentina em 1576. A forma do salto finaliza o trabalho. Uma homenagem clara ao arranha-céu mais alto do mundo, o Burj Khalifa. O valor dessa joia é US$ 19 milhões.

2. Talento nato

Um dos designers de sapatos mais famosos do mundo, Jimmy Choo construiu um império avaliado em US$ 800 milhões. Sua consagração foi decretada pela personagem Carrie Bradshaw, interpretada por Sarah Jessica Parker no seriado “Sex and the City”, que foi responsável por levar seu nome (e o fascínio por seus sapatos) ao mundo todo. Criado em uma família de sapateiros, aos 11 anos, já desenhava para sua mãe. 

3. Salto para eles?

Você sabia que a moda do salto alto começou com os homens? Durante séculos, os saltos representavam uma alta posição social, e não tinham nenhuma relação com gênero. O sapato também foi crucial para que os cavaleiros persas tivessem uma melhor posição dos pés e evitar que eles escorregassem do estribo.

4. Sapatos de madeira

Por ficarem abaixo do nível do mar, os holandeses da antiguidade só usavam calçados conhecidos como klompens, que eram tamancos feitos de madeira. Isso se deve ao fato dos sapatos de couro ficarem molhados e estragarem mais facilmente.

5. Pés iguais

Até certo momento da história, não havia distinção entre sapatos feitos para o pé esquerdo ou direito. O primeiro par de calçado com os pés distintos foi feito na Filadélfia, em 1818.

Post criado 17

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo